Resenha: Isla and The Happily Ever After


Sinopse:

A romântica incorrigível Isla tem uma queda pelo cartunista introspectivo Josh desde o seu primeiro ano na School of America in Paris. E depois de um encontro ao acaso em Manhattan durante o verão, o romance pode estar mais perto de Isla do que ela imagina. Mas ao começar o último ano deles na escola na França, Isla e Josh são forçados a enfrentar desafios que todos os jovens casais precisam enfrentar, como dramas familiares, incerteza sobre as suas futuras faculdades e a possibilidade bem real de ficarem separados.

Já devo ter falado umas milhares de vezes aqui que a Stephanie Perkins é uma das minhas autoras favotiras. Quando soube do lançamento desse livro surtei. Quando vi que ele estava à venda na Saraiva novamente. Aliás, a Saraiva tem uma variedade bem grande de livros importados com um preço bem bom. Fica a dica para quem quer ler livros em inglês e não tem cartão internacional para comprar na Amazon.com e no Book Depository.

Em Isla and The Happily Ever After nós voltamos para a School of America in Paris, só que dessa vez nós acompanhamos a história da Isla, uma jovem super tímida e Josh, amigo de St. Clair que conhecemos em Anna e o Beijo Francês.

Eles se encontram por acaso em um café em Manhattan nas férias de verão, onde ambos moram quando não estão em Paris. Há anos que Isla é apaixonada por Josh, mas nunca conseguiu se aproximar dele e justamente na vez que eles interagem, Isla está sob efeitos de analgésicos e não se lembra muito bem do encontro. Daí que toda a trama se desenrola. 

Uma das coisas mais especiais sobre esse livro é que o casal fica junto bem no começo da história (Calma, não é spoiler nem nada, tá escrito até na sinopse), e nós acompanhamos o desenvolvimento do relacionamento deles e todas as dificuldades por quais eles passam. Isso é bastante incomum nos livros YA, onde na maioria das vezes o casal só fica junto no final. 

Stephanie Perkins é mestra em criar livros fofinhos que te fazem suspirar, mas que ao mesmo tempo carregam uma bagagem emocional. Nesse livro, por exemplo, nós vemos Isla tentando descobrir quem ela é e aceitar a si mesma. Ao contrário de Anna e Lola, Isla é bastante insegura e não sabe bem o que quer, pode ser que algumas pessoas achem que não passe de mimimi, mas para mim todo esse questionamento da personagem é bastante aceitável e quase todo mundo passa por isso.

Josh é um personagem memorável e desde que li Anna e o Beijo Francês sabia que ele tinha potencial para se tornar o foco de alguma história, então fiquei contente quando soube que Isla and The Happily Ever After seria sobre ele. O modo como a Isla via o Josh foi um dos pontos altos do livro. Ela o compreendia e entendia o motivo de ele ser do jeito que ele é, coisa que nem os amigos mais próximos dele compreendiam.

Quanto aos personagens secundários, um se destacou para mim, o melhor amigo/irmão de Isla: Kurt. Aliás, o nome do personagem é sensacional: Kurt Cobain Bacon.

Se você amou Anna e o Beijo Francês e Lola e o Garoto da Casa ao Lado e sentia falta dos personagens, pode comemorar porque eles fazem uma aparição nesse livro.

Acho que foi um desfecho brilhante e mais que satisfatório para a trilogia, mas se a Stephanie quiser publicar mais livros sobre eles não irei reclamar não.

Livro: Isla And The Happily Ever After
Autor(a): Stephanie Perkins
Editora: Dutton Juvenile
Número de Páginas: 352
Classificação:

2 comentários:

  1. Eu adoro adoro esse livro <3 é o meu preferido da serie só por causa da cena da Anna com o St Clair no final. E ESSA CAPA É MUITO AMOR. Também comprei essa edição, agora quero comprar o Anna e o Lola com essas capas também :)

    http://www.oespacoentre.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa cena do final é MARAVILHOSA ♥. Também estou desejando os livros com as capas novas, eles irão ficar lindos na minha estante hahaha

      Excluir