Resenha: Sol e Tormenta - Leigh Bardugo



Sinopse:

Perseguida ao longo do Mar Real e aterrorizada pela memória dos que se foram, Alina Starkov tenta levar uma vida normal com Maly em uma terra desconhecida, enquanto mantém em segredo sua identidade como Conjuradora do Sol. Mas ela não pode ocultar seu passado e nem evitar seu destino por muito mais tempo. Ressurgido de dentro da Dobra das Sombras, o Darkling retorna com um aterrorizante e novo poder e um plano que irá testar todos os limites da natureza.
Contando com a ajuda e com os ardis de um admirável e excêntrico corsário, Alina retorna ao país que abandonou, determinada a combater as forças que se reúnem contra Ravka. Mas enquanto seus poderes aumentam, ela se deixa envolver pelas artimanhas do Darkling e sua magia proibida, e se distancia cada vez mais de Maly. Ela será então obrigada a fazer a escolha mais difícil de sua vida: ter sua pátria, seu poder e o amor que ela sempre pensou ser seu porto-seguro ou arriscar perder tudo na tormenta que se aproxima.






Quando terminei de ler Sombra e Ossos fiquei desesperada para ler Sol e Tormenta. Estava viajando então tive que esperar algumas semanas até tê-lo em mãos. Li ele em dois dias e o amor que eu já sentia pela trilogia só aumentou.
.
Alina e Maly, após enfrentarem o Darkling, conseguem escapar ilesos da Dobra. Eles vão em busca de refúgio em outro continente. Alina mantém em segredo sua identidade como Conjuradora do Sol e tenta manter uma vida normal, mas é claro que isso não dura muito tempo.

O Darkling os encontra e agora ele possui em seu poder criaturas malignas, chamadas nichevo’ya. Alina e Maly tornam-se seus prisioneiros e eles saem em busca do outro amplificador, o Açoite do Mar, para que assim o Darkling tenha acesso aos poderes da Conjuradora do Sol. E é nessa busca que eles vão parar no navio do corsário Sturmhond, um dos personagens mais cativantes do livro e que irá desempenhar um papel importantíssimo ao decorrer da história. Alina consegue escapar das garras do Darkling e acaba voltando para a corte, em Os Alta. Lá ela espera conseguir o apoio dos Grishas restantes e comandar o Segundo Exercito para conseguir deter o Darkling. Ao mesmo tempo, por ser a Conjurado do Sol, ela passa a ser tratada como uma santa.

É muito fácil de notar o quanto a Alina se desenvolveu desde o começo de Sombra e Ossos até aqui. Antes ela era uma garota ingênua e bobinha, que confiava em todos. Agora ela está muito mais segura das suas habilidades e irá fazer de tudo para livrar Ravka da tirania do Darkling.


Eu confesso, no início não gostava do Maly, mas não é que comecei a simpatizar com o moço? Tenho certeza que essa habilidade dele de rastrear coisas é alguma coisa importante e que, espero eu, seja revelado no próximo volume.


Mas não adianta, meu personagem favorito continua sendo o Darkling. Eu sei que ele é o vilão, que ele é mal e todo esse blá blá blá. Mas não tem jeito. Para mim ele é o personagem mais bem construído da história. E todo esse mistério o envolvendo só o torna mais interessante. Sinto que houve um motivo para ele ter se tornado o que é, e novamente, espero que isso seja revelado em breve.


E preciso dizer: a Editora Gutenberg está de parabéns com a diagramação do livro. A história já é maravilhosa e junto com essa edição fica ainda melhor.


O começo do livro do livro pode ser um pouco lento. Mas Leigh Bardugo conseguiu compensar com um final de tirar o fôlego. O livro terminou com um cliffhanger que me deixou ainda mais ansiosa para a conclusão da trilogia.



Se você ainda não leu Sombra e Ossos, pare agora o que você está fazendo e vá ler. Garanto que não irá se arrepender. 

Livro: Sol e Tormenta        
Autor(a): Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Número de Páginas: 368
Classificação:

0 comentários:

Deixe seu comentário