Resenha: Eu Te Darei o Sol - Jandy Nelson

Sinopse:

Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia.
Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém.

Noah e Jude são irmãos gêmeos e possuem uma conexão muito forte um com o outro. Como a maioria dos irmãos, eles competem pela a atenção dos pais. Noah se sente negligenciado pelo pai e acha que Jude é a sua filha favorita. Jude se sente do mesmo jeito com relação a sua mãe e Noah. As coisas começam a complicar quando a mãe deles, que é uma famosa estudiosa de arte e escritora, propõem que os dois se inscrevam na CSA, uma famosa escola de artes na Califórnia.

Os dois sempre se interessaram por arte, mas eles demonstravam isso de maneiras diferentes. Enquanto Noah passava o tempo inteiro desenhando, inclusive na sua mente, Jude era o contrário. Ela não se achava boa o suficiente e escondia os seus trabalhos da sua mãe. 

Mesmo sendo irmãos gêmeos e bem semelhantes fisicamente, Noah e Jude possuem personalidades bem diferente. Noah é mais introspectivo, como um bom artista ele gosta de observar as pessoas. Já Jude é o contrário, é mais confiante e extrovertida. Um acontecimento fez com que os dois se distanciassem e mudassem completamente quem eles eram. Agora eles têm que lidar com a dor e com as consequências das suas escolhas.

Três anos mais tarde as coisas mudaram completamente. Noah não entrou na CSA e parou completamente de desenhar. Ele anda agora com os antigos amigos de Jude e não fala mais com ela. Jude conseguiu uma vaga na escola, mas está indo muito mal. Ela não consegue acabar nenhum trabalho, pois ela acredita que está sendo punida por uma escolha que ela tomou anos atrás. Agora ela decidiu que terá que fazer uma escultura de pedra, que é muito difícil de se destruir, para conseguir se redimir. Para isso ela precisará da ajuda de um famoso e problemático escultor.

A narrativa é alternada entre os dois personagens principais: Noah, que narra o período em que eles tinham 13 anos, e Jude, que narra o período atual, quando eles já estão com 16 anos. Achei interessante o modo como a autora escolheu esse tipo de narrativa para expor os fatos. Ficou mais fácil de entender e compreender toda a mudança que ocorreu na vida dos dois por conta do incidente.  

O Noah e a Jude são personagens incríveis. O modo como a autora descrevia o Noah desenhando, o fato dele “desenhar com a mente” era sensacional. Jude (a de 16 anos, porque a de 13 era um saco) era uma personagem beeem estranha e acho que isso que fez com que eu gostasse tanto dela. Ela falava com o espírito da avó, lia a tal bíblia dela cheia de ensinamentos e superstições bizarras, andava com uma cebola no bolso! Ela é definitivamente minha personagem favorita da história. 

E o que dizer dessa capa maravilhosa? A outra capa também era maravilhosa, mas adorei que a Novo Conceito escolheu ela para a edição brasileira.

Eu te Darei o Sol foi o primeiro livro da Jandy Nelson que eu li. Fiquei apaixonada pela escrita dela e mal posso esperar para ler O Céu está em Todo Lugar. 

Livro: Eu Te Darei o Sol
Autor (a): Jandy Nelson   
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 384
Classificação: 

0 comentários:

Deixe seu comentário