Resenha: The Winner's Curse - Marie Rutkoski


Sinopse:

Kestrel quer ser dona do próprio destino. Alistar-se no Exército ou casar-se não fazem parte dos seus planos. Contrariando as vontades do pai — o poderoso general de Valória, reconhecido por liderar batalhas e conquistar outros povos –, a jovem insiste em sua rebeldia. Ironicamente, na busca pela própria liberdade, Kestrel acaba comprando um escravo em um leilão. O valor da compra chega a ser escandaloso, e mal sabe ela que esse ato impensado lhe custará muito mais do que moedas valorianas.
O mistério em torno do escravo é hipnotizante. Os olhos de Arin escondem segredos profundos que, aos poucos, começam a emergir, mas há sempre algo que impede Kestrel de tocá-los. Dois povos inimigos, a guerra iminente e uma atração proibida…
As origens que separam Kestrel de Arin são as mesmas que os obrigarão a lutarem juntos, mas por razões opostas.

The Winner’s Curse foi um livro que me surpreendeu muito. Eu sempre ouvi coisas boas sobre ele e aproveitei que a trilogia se completou recentemente e peguei o primeiro livro para ler.

Herrani foi conquistada anos atrás pelo pai de Kestrel, um dos generais mais poderosos do exército de Valória. Agora todos os Herrani são escravos do Império Valoriano. Kestrel é pressionada pelo seu pai frequentemente sobre o seu futuro. Ela tem duas escolhas: ou ela irá se alistar ao exército Valoriano ou ela deverá se casar. Nenhum dos dois estão nos planos de Kestrel.

Um dia, durante um passeio ao mercado, ela acaba comprando um escravo no leilão, mesmo sendo contra a prática de venda de escravos. Ela fica intrigada com Arin, ela vê em seus olhos que ele esconde segredos. Mas Kestrel não pode se aproximar dele, eles são inimigos. 

A Kestrel é uma das melhores personagens femininas da literatura YA atual. Ela não muda os seus princípios por motivo nenhum, seja a opinião do pai, as críticas da sociedade, por conta de um romance, nada. Ela é totalmente fiel ao que acredita. Mesmo não sendo uma guerreira, ela usa a sua inteligência como arma e não se deixa intimidar por nada. Ela é uma ótima estrategista e é boa em ler as pessoas, ela usa isso ao seu favor.

O livro foi muito bem construído. Geralmente no primeiro livro de uma trilogia, o autor procura introduzir o mundo e suas características, deixando o plot em segundo plano. Em The Winner’s Curse não acontece isso. A autora conseguiu unir tudo isso no primeiro livro. Nós vemos todas as nuances desse mundo, seus valores, suas características, além de termos um contato bem próximo com os dois personagens principais: Kestrel e Arin.

Não preciso nem dizer que logo que terminei de ler ele já fui correndo em busca da sequência. Podemos comemorar, a Editora V&R irá publicar ele no Brasil agora em junho. 

Livro: The Winner’s Curse
Autor (a): Marie Rutkoski
Editora: Farria Straus Giroux
Número de Páginas: 355
Classificação: 

0 comentários:

Deixe seu comentário