Paris - Dia 3: Versalhes



Um dos lugares que eu fazia questão de conhecer nessa viagem era Versalhes. Eu sempre gostei muito de história e sou fascinada com o assunto da Monarquia Francesa e a Revolução Francesa, então eu TINHA que ir até lá. Há várias maneiras de se chegar em Versalhes, mas o trajeto escolhido por mim foi: peguei um trem na estação ferroviária de Montparnasse e desci em Versailles Chantiers. Paguei 15 euros na entrada que dá direito a visitação do Château e do jardim.






Versalhes é impressionante. Não só o tamanho do palácio, mas toda a sua propriedade. Os jardins são imensos. Se o exterior do palácio é impressionante, o interior nem se fala. É um luxo só. Muito ouro, mármore, tecidos brocados, muitas obras de arte.


O Palácio de Versalhes (em francês Château de Versailles) foi o lar da corte real francesa de 1682 (quando o Rei Luís XIV se mudou de Paris para a região) à 1789. A mudança foi feita para que a corte pudesse se manter afastada dos tumultos e doenças de Paris. O palácio é considerado um dos maiores do mundo. Ele possui 2153 janelas, 67 escadas, 352 chaminés, 700 quartos, 1250 lareiras e 700 hectares de parque. É um dos pontos turísticos mais visitados da França.








 Se você for para Paris, vá à Versalhes, vale muito a pena.

0 comentários:

Deixe seu comentário