Diário do Mochilão: Barcelona - Espanha

A primeira coisa que me vem na cabeça quando eu penso em Barcelona é Gaudí. O arquiteto foi responsável pelos projetos dos edifícios mais bonitos de Barcelona. Um dos motivos que me fez incluir Barcelona no roteiro foi ver de perto esses edifícios, além da maravilhosa Sagrada Família.
A Sagrada Família é considerada a obra-prima de Gaudí. A construção foi iniciada a mais de 100 anos atrás e ainda não foi concluída. Estima-se que a construção será concluída apenas em 2026. Infelizmente não consegui entrar para ver o interior da igreja, mas só de ver o exterior já valeu a pena. Definitivamente uma das construções mais bonitas que eu já vi nada minha vida.





Dali fui andando até o Passeig de Gràcia, a avenida onde estão localizadas mais algumas obras de Gaudí. A primeira delas é a Casa Milà, ou La Pedrera. Ela fica localizada no número 92 do Passeig de Gràcia e é um prédio residencial. A Casa Milà, juntamente com outras obras de Gaudí, são consideradas Patrimônio mundial da UNESCO.

A Casa Batlló é outra obra de Gaudí localizada no Passeig de Gràcia, ela fica no número 43 da avenida. A estrutura do prédio é impressionante. Ela e a Casa Milà estão abertas a visitações.



A Praça da Espanha, ou Plaça d’Espanya em catalão, é uma das praças mais importantes de Barcelona. Próximo dela estão a Arena de Barcelona, uma arena que era utilizada para touradas, hoje é um shopping; O Palau Nacional, onde está o Museu Nacional de Arte da Catalunha;


O Parque Guëll era o lugar que eu estava mais ansiosa para conhecer. Ele também é uma obra de Gaudí. O ingresso custa 9 euros. Uma dica: compre com antecedência pois o parque tem um número limitado de visitantes por período. Só o parque em si é incrível, mas a vista de Barcelona dali faz o passeio valer ainda mais a pena. A Sagrada Família é tão grande, que de dentro do Parque Guëll é possível vê-la.






Barcelona é uma cidade grande. Em três dias consegui ver bastante coisa, mas não tudo o que eu queria ver. Com absoluta certeza vou querer voltar lá algum dia.

Próxima parada: Porto, Portugal. 

0 comentários:

Deixe seu comentário