Resenha: Boa Noite - Pam Gonçalves

Sinopse:


Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação - em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números -, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

Eu acompanho o canal da Pam há bastante tempo já, então quando soube que ela iria lançar um livro fiquei curiosa para ver como seria a escrita dela. Achei muito pertinente e importante o tema abordado por ela: a questão do assédio e dos estupros que acontecem nas festas de universidades. Infelizmente, essa é uma realidade e ela precisa ser abordada mais vezes. Parabéns para a Pam por ter escolhido um tema tão importante para o seu primeiro livro. 

A personagem principal, Alina, é uma garota tímida, sem muitos amigos e que sempre preferiu estudar do que ir a festas. Só que ao ir para a faculdade ela decide mudar as coisas. O curso que ela escolhe, Engenharia da Computação, tem a fama de ser um curso exclusivamente masculino e as mulheres que escolhem cursa-lo sofrem preconceito e até assédio. Gostei bastante que isso foi explorado no livro.

Boa Noite também cita assuntos extremamente importantes, como o racismo e a homofobia, mas que infelizmente não abordados de forma mais profunda. Mas eu entendo, o livro é curto, menos de 250 páginas, não daria para dar toda a atenção merecida que esses dois tópicos merecem.

Porém, por mais que tenha gostado do livro, não consegui me conectar com os personagens, principalmente com a Alina. Achei os diálogos um pouco rasos também, eles poderiam ter sido mais bem explorados, principalmente ao discutir um tema tão importante quanto a violência sexual. Esses foram os motivos para eu ter dado três estrelas para o livro.

Boa Noite é um livro bem curtinho. Li ele em um dia. A leitura é fácil e bastante rápida, mesmo tratando de assuntos mais pesados. Foi a leitura perfeita para a Maratona literária. A escrita da Pam só tende a melhorar, estou curiosa para ver os seus outros trabalhos.

Livro: Boa Noite
Autor (a): Pam Gonçalves
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 240
Classificação: 

0 comentários:

Deixe seu comentário