Diário do Mochilão: Florença - Itália

Florença era um dos lugares que eu mais queria conhecer. Berço do Renascentismo, o lugar realmente respira arte. Se você gosta de arte, deve incluir a cidade no seu roteiro. Infelizmente não consegui ir a nenhum museu (estou sofrendo até hoje). Uma dica: compre os ingressos antecipadamente (não faça que nem eu).





Uma das igrejas mais bonitas que eu já vi na vida, se não a mais bonita, foi a Santa Maria del Fiore. Ela também é conhecida como Duomo de Florença. A sua construção se iniciou em 1296 e só foi terminar em 1436! A catedral é enorme, foi impossível enquadrar ela inteira em uma foto.



Andando alguns quarteirões você chega até a Piazza della Signoria. A praça mais bonita de Florença. Nela estão o Palazzo Vecchio, que além de ser a prefeitura da cidade, também é um museu, a Fontana de Netuno, é o museu da Casa Gucci. Quase ao lado do Palazzo, está localizada a Galleria degli Uffizi. Ali está a melhor coleção de obras do Renascimento do mundo, com obras de: Caravaggio, Leonardo Da Vinci, Michelangelo, Rafael, Ticiano, Botticelli, entre outros. Tenho vontade de chorar só de lembrar que eu não consegui visitar esse museu, mas tudo bem, na próxima vez eu com certeza irei.

A Ponte Vecchio é um dos marcos de Florença. Acredita-se que ela tenha sido construída ainda na Roma Antiga, mas as cheias do Rio Arno em 1333 a destruíram. Ela foi reconstruída em 1345. Ao longo da extensão da ponte há várias lojas, a maioria ourivesarias e joalherias. 



Ir até ao Piazzale Michelangelo é uma obrigação se você está em Florença. Dali você tem uma vista panorâmica incrível da cidade. Dali você consegue ver o Duomo, o Palazzo Vecchio e a Ponte Vecchio. Na praça existem algumas réplicas das estátuas do Michelangelo. Você também irá encontrar várias barraquinhas vendendo souvenirs por ali, mas o preço é beeem mais caro do que na cidade, então fique atento.



Próximo destino: Cinque Terre – Itália. 

0 comentários:

Deixe seu comentário