Resenha: Carry On - Rainbow Rowell

Sinopse:


Simon Snow é um bruxo que estuda numa escola de magia na Inglaterra. Profecias dizem que ele é o Escolhido. Você pode até estar pensando que já conhece uma história parecida. O que você não sabe é que Simon Snow é o pior Escolhido que alguém já escolheu. Poderosíssimo, mas desastroso a ponto de não conseguir controlar sequer sua própria varinha, Simon está tendo um ano difícil na Escola de Magia de Watford. Seu mentor o evita, sua namorada termina com ele e uma entidade sinistra ronda por aí usando seu rosto. Para piorar, seu antagonista e colega de quarto, Baz, está desaparecido, provavelmente maquinando algum plano insano a fim de derrotá-lo. Carry On é uma história de fantasma, de amor e de mistério. Tem todos os beijos e diálogos que se pode esperar de uma história de Rainbow Rowell, mas com muito, muito mais monstros.


Carry On é uma história que apareceu primeiramente no livro Fangirl, também escrito por Rainbow Rowell. No livro a personagem Cath é fã das séries de livros do Simon Snow e escreve uma fanfic sobre ele, chamada Carry On. A Rainbow decidiu publicar essa história e eu fiquei muito feliz quando ela decidiu fazer isso.

Carry On conta a história de Simon Snow, que é considerado o Escolhido, o mago mais poderoso, aquele que irá salvar o mundo dos magos e herdeiro do Mage. Ele tem dois inimigos: O Humdrum, aquele que está sendo responsável pela destruição dos mundos do magos; e Baz, seu companheiro de quarto vampiro que desde o seu primeiro dia em Watford tenta transformar sua vida em um inferno.

Simon chegou ao seu último ano em Watford. Ele sabe que no momento em que ele acabar a escola ele vai ter que enfrentar os seus piores inimigos e há grandes chances que ele não sobreviva a isso. Ele conta com a ajuda da sua melhor amiga, Penelope, e a sua namorada, Agatha. As coisas mudam quando as aulas começam e Baz não aparece. Simon tem certeza que ele está bolando algum plano para acabar com ele de vez.

Não há como negar as influências de Harry Potter nesse livro: a escola de magia, a profecia sobre o escolhido, o vilão onisciente. Porém, ao mesmo tempo em que as histórias se assemelham em alguns aspectos, elas se diferem em outros. Eu gostei que em Carry On nem todo mundo é o que aparenta ser, o vilão não é totalmente do mal, o herói não é tão bonzinho assim.

O livro tem diversidade, personagens de etnias diferentes, personagens LGBT, o que não era comum em livros YA de fantasia até um tempo atrás. Felizmente as coisas estão mudando e cada vez mais a diversidade será abordada nesses livros. Eu estou apegadíssima aos personagens. Simon, Baz e a Penny estão na minha lista de personagens favoritos de agora em diante.

Por mais que o livro tenha terminado de forma mais do que satisfatória, eu não iria me importar nem um pouco se a Rainbow decidisse dar continuidade a ela.

Para ler esse livro não é necessário ler Fangirl antes, mas eu super recomendo a leitura dele também.

Livro: Carry On
Autor (a): Rainbow Rowell
Editora: Macmillan
Número de Páginas: 518
Classificação: 

0 comentários:

Deixe seu comentário